terça-feira, 29 de abril de 2008

Ela move-se

Não a Terra - embora ela também se mova - mas a sociedade civil portuguesa. Pode ser muitas vezes apática, acrítica, dependente de um paizinho que a alimente ou presa a espasmos de populismo, mas, de tempos a tempos, ela lá dá sinais de vida saudável.

No campo da política, prepara-se a criação de novas forças: o Partido da Liberdade, o Movimento Esperança Portugal, o Partido Respublica e Cidadania e o Movimento Mérito e Sociedade. Este último deverá constituir-se formalmente como partido hoje mesmo, enquanto os restantes encontram-se ainda em fase de recolha de assinaturas (diz a RTP). Perante um espectro político tendencialmente bipolarizado, movido por vontades clientelares, mais interessado na forma do que no conteúdo e medíocre na abertura à sociedade civil, o aparecimento de novos partidos políticos não pode deixar de ser visto como um sinal de alguma saúde democrática. Para quem estiver interessado, independentemente de concordar ou não com os programas propostos, pode contribuir com a sua assinatura imprimindo as fichas em PDF disponíveis nos sítios das novas formações políticas:

Movimento Esperança Portugal
Partido Respublica e Cidadania

Convém deixar claro que fazê-lo não é um acto de filiação em qualquer uma delas, mas apenas um registo de apoio suficiente para se poderem constituir legalmente como forças políticas. Existe ainda o Movimento Liberal Social, de momento sem planos imediatos para se converter num partido político, embora esse seja um objectivo a longo prazo.

Já no campo da religião, de registar a criação anunciada da Associação Ateísta Portuguesa (mais informações aqui). Desconheço se já existia (ou existiu) alguma organização do género em Portugal, mas a fundação da AAA é uma adição bem vinda a uma sociedade civil que se quer dinâmica e uma cidadania que deve ser consciente. Liberdade religiosa não é só o direito a escolher e praticar livremente uma religião, é também o direito de decidir não ter uma.

4 comentários:

Igor disse...

Esqueces-te do "meu" movimento, que também foi nomeado.
http://www.liberal-social.org/

:-P

Quanto à AAA, não tinha conhecimento. Fico muito contente.

Héliocoptero disse...

Corrigido ;)

Manuela Magno disse...

Foi com prazer que "descobri" o Héliocoptero.
Revi-me no seu quase manifesto!
Apenas uma nota quanto à conservação ambiental: ela "é parte integrante do interesse nacional" e INTERNACIONAL :-)
É muito bom encontrar cidadãos atentos e empenhados. Obrigada.

Héliocoptero disse...

Cara Manuela,

Agradeço-lhe não só o seu comentário, mas também a sua disponibilidade de cidadã que se presta à actividade política.

Quanto à conservação ambiental, estamos de acordo. O meu uso da expressão "interesse nacional" teve como objectivo atingir mecanismos como os PIN, os quais, bem lá no fundo, pressupõem que a preservação ambiental é o oposto do desenvolvimento e progresso. No século XXI e com a crise ecológica instalada, a actual classe dirigente portuguesa há muito que devia ter aprendido a lição ;)